Haddad diz que aprovação da tributária antes do recesso é “factível”

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que a reforma tributária tem um prazo “factível” para ser aprovada na Câmara dos Deputados. O objetivo do presidente da Câmara dos Deputados é aprovar a matéria antes do recesso parlamentar, em meados de julho.

Haddad, que participou de uma audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara nesta quarta-feira, 22, destacou que a primeira lei foi entregue em mãos e a segunda virá “na semana que vem”. “As duas leis vão substituir 5.570 sistemas municipais, 27 de estados e distrito federal, e o da União”, afirmou. 

Segundo o ministro a alíquota do IVA vai ser muito menor que a de hoje porque a base de arrecadação será maior. “Se todo mundo der sua contribuição, a alíquota vai ser menor”, disse. “A única maneira de baixar a alíquota é aumentar a base.” A carga tributária atual é de 34%, já a estimativa da Receita Federal para o IVA é de 26,5%.

Política fiscal

O petista defendeu que o governo tem feito um ajuste fiscal “sem fazer doer famílias trabalhadoras e empresários que pagam seus impostos”. “Estamos fazendo um caminho difícil porque são vários pequenos ajustes que vão resolver nosso problema”, frisou. O ministro voltou a afirmar que a meta é zerar o déficit e que, pelo desempenho da arrecadação no primeiro quadrimestre, com recorde de arrecadação, “é possível”.

Segundo Haddad, o governo herdou um problema fiscal. “Pagamos a dívida de precatórios, porque é um absurdo para a imagem do Brasil , compromete a reputação internacional.”

Fonte: https://veja.abril.com.br/economia/haddad-diz-prazo-que-aprovacao-da-tributaria-antes-do-recesso-e-factivel/

Deixe um comentário